terça-feira, 26 de julho de 2016

Entenda, viajar não é sinônimo de ser rico





  Basta eu postar uma foto de um novo lugar que conheci, para chover comentários me chamando de rica. Sei que para algumas pessoas essa é realmente a realidade. Tipo aquelas pessoas que conseguem fazer uma viagem internacional todo ano, conhecer três regiões diferentes do país, ou visitar aquele parente em uma terrinha bemmmmm distante. Mas não se iludam, viajar não é algo inerente ao fato de ter dinheiro em grande quantidade no bolso. Não é preciso ter uma conta de vários zeros à direita para sair pelo mundo.
  Viajar é algo que exige de você apenas uma coisinha básica: PLANEJAMENTO. Não é algo fácil, mas também não é impossível, basta que você tenha coragem de abrir mão de algumas coisas. A gente sabe que sempre tem algo que conseguimos viver sem, não é mesmo?! Então, o primeiro passo para se tornar um viajante é eleger suas prioridades (Um segredo só nosso: A minha prioridade é sempre viajar..rsrsrs). 
  Então, se você é sonhador como eu, que adora conhecer novos lugares, culturas e pessoas, comece a pensar em que lugares você gostaria de visitar. O segundo passo é calcular o quanto é preciso para chegar nesse lugar. A partir daí vem o sacrifício...kkkkkk...Abandonar alguns gastos. Mas vamos combinar, é por uma super justa causa. Uma viagem bem planejada te poupa tempo e dinheiro. Sempre que pretendo fazer alguma viagem passo meses planejando, calculando, pagando, contendo gastos, e pagando...rsrsrs...Ah! Uma boa estratégia é viajar com amigos, se hospedar em hostel, procurar horários mais baratos de passagens, fazes escalas, e por aí vai.
   Agora tira da cabeça essa ideia de que só viaja quem é rico. Ativa o modo econômico ai e ganha esse mundão de Deus, até porque quando a grana é pouca a vontade tem que ser muita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário