segunda-feira, 18 de julho de 2016

Permita-se




     Observando as pessoas e suas histórias, tenho percebido mais claramente o quanto estamos vivendo uma época em que o medo de arriscar, em muitas situações, fala mais alto. E com relação aos nossos sentimentos parece que este medo é ainda maior. As nossas experiências anteriores estão determinando a forma como encaramos o nosso presente, e por causa disso, muitas vezes nos tornamos frios, sem esperanças e com aquela sensação de que se for para se decepcionar é melhor nem arriscar.
       Mas como posso saber se algo dará certo ou não se eu não tentar? Alguns poderão dizer: “Ah, mas eu já sofri tanto, já quebrei tanto a cara...” Certo, e daí?! A vida é assim, de acertos e erros, de quebra de expectativas. Quantas vezes você precisou cair para aprender a se equilibrar na bicicleta e sair pedalando? Não podemos deixar que o medo de perder nos tire a vontade de vencer,e aí acabarmos travando a nossa vida.


        Por isso, PERMITA-SE... Mesmo que alguém te conte uma experiência que não foi muito legal, permita-se tentar. Mesmo que as possibilidades de dar certo sejam relativamente pequenas, permita-se. Até quando você achar que não é intenso o suficiente, permita-se. Mesmo que dure uma semana ou três meses, permita-se. Nada que a gente vive se perde em nossa história. Permita-se ser você, permita-se conhecer novos corações, permita que as pessoas tentem fazer algo por você. Não se apegue a suposições, deixe de lado os ‘achismos’ e vá além. Acredite nos sentimentos, aposte neles, creia nas exceções. Dê uma chance aos outros, dê mais uma chance a você.

2 comentários: