sexta-feira, 30 de setembro de 2016

A pessoa certa para namorar... Oi?

Resultado de imagem para dúvida sobre a pessoa certa

Sempre em meio a conversas entre amigos surgem aqueles questionamentos do porque você está sozinha. E junto desses questionamentos vem aquelas frases do tipo “você escolhe demais”, “está solteira porque quer”...E como consequência disso, aparece para você um milhão de amigos decididos a se tornarem seus cupidos, com uma historinha de “vou te apresentar um amigo, ele é para namorar”.
Certo, mas o que é ser uma pessoa para namorar?
idk shrug elmo i dont know television
Vamos as descrições básicas coletadas em uma pesquisa super aprofundada, com margem de erro de 2% para mais ou para menos (risos). Brincadeirinhaaa!!!!
Enfim, reza a lenda que as pessoas boas para namorar são aquelas que apresentam um perfil mais caseiro, do tipo “amorzinho vamos ficar em casa e ver um filme?”. Ou ainda aquele carinha que passou a maior parte da sua vida juvenil e iniciando a adulta justamente fazendo isso, namorando. Há quem diga também que a pessoa certa para namorar é do tipo romântica, atenciosa.
Beleza, acho que já está bom... Pensando nessas coisas comecei a me questionar se há um perfil ideal para isso.
Tomando a minha pessoa como base, se me for apresentado alguém extremamente caseiro, que não gosta de sair, talvez eu associe a um problema de interação social, o que me daria já uma grande missão, apresentá-lo ao mundo e as pessoas. É óbvio que o baladeiro demais também assusta né? Talvez não traga uma segurança. Mas conheço pessoas que se conheceram nas festas da vida, e hoje encontraram juntos o meio termo, entre casa e balada. Ou seja, precisamos de pessoas que gostem de sair, de interagir, mas que saibam fazer do momento a dois em casa algo também agradável, sem ser monótono.
cinema
Considero o segundo ponto da “pesquisa” um pouco mais complexo. Uma pessoa que passou a sua vida sempre em um relacionamento me dá uma ideia de alguém que não consegue ser feliz sozinha, ou seja, não sabe ser solteira, e sustenta a sua felicidade em um relacionamento. Quanto a isso, tenho eu mesma uma crença: Para ser feliz junto, aprenda a ser feliz sozinho. Sendo assim, questiono, e muito, se alguém inseguro consigo pode ser a tal pessoa certa.
Quanto as qualidades de romantismo e atenção, até concordo. As demonstrações de carinho e dedicação destinadas a uma pessoa tornam o outro alguém mais especial sim. Mas não é fórmula né minha gente?!
Dessa forma, concluo que criar modelos de companheiros ideal, do cara perfeito, não é o melhor. Existem pessoas certas, quando chegam na hora certa. Aquela hora em que você está aberta a viver experiências, em que decide olhar para os lados. Por isso, idealizemos menos, e fiquemos abertos aos imperfeitos, que muitas vezes chegam nos momentos improváveis de nossa vida, e se tornam tão especiais, que chegamos até a dizer: Ahhhhh!! Ele é o cara certo para eu namorar.
love girlfriend boyfriend relationship novios

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Ela tem medo da solidão


Resultado de imagem para ela tem medo da solidão



APERTE O PLAY!







      Ela acorda muito cedo, e logo pega o celular para ver se na madrugada alguém de repente lembrou-se dela e enviou uma mensagem. Levanta da cama, sai dando bom dia as plantas, bichos e ao café da manhã. Tudo isso para não se sentir tão só, porque ela simplesmente tem medo da solidão.
      Ela às vezes fecha os olhos para o mundo buscando enxergar o que há no infinito, e mergulha nesse encantamento, e se imagina vivendo grandes coisas. Porque ela sabe que existe algo além do que lhe é permitido, algo além do que considera o certo. Algo além do que ela conseguiu viver até agora.
       Ela foge do chão, prefere voar, prefere buscar o novo, sentir o que a vida lhe permite, porque acha chato ter que viver com os pés fincados na tal da realidade.
         Ela vai se moldando ao tempo, e essa sensação de que parece que nada vai acontecer. E assim, ela vai procurando ser alguém, mas além do que ela mesma quer ser. E permanece sendo ela, mesmo sem querer.
         Em seus momentos de silêncio, ela evita pensar no quer sentir daqui pra frente. Prefere viver as sensações do hoje, pensar no amanhã é custoso demais, demanda planos, e é difícil planejar sozinha.
        Talvez ela só queira ser ingênua a ponto de ter poucas escolhas de vida, e assim, viver sem receio das atitudes que tomou, sem se preocupar com o que perdeu, e se sem se sentir culpada por estar ali só. Porque no fundo no fundo, ela aprecia a liberdade, ela curte decidir o que ouvir no som do carro, curte resolver o que faz do seu próprio dinheiro, ela gosta de desbravar o mundo sem ter que necessariamente dizer a alguém o porquê decidiu fazer alguma coisa.
     Mas mesmo diante desses desejos, ela sabe que a gente aprendeu que na vida "é impossível ser feliz sozinho", e por isso ela persiste, em gostar da liberdade, mas ter medo da solidão.


sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Vamos falar sobre a vida

Resultado de imagem para vamos falar sobre a vida


APERTE O PLAY!





      Ao saber ontem da morte do ator Domingos Montagner, me coloquei a pensar ainda mais sobre a vida. Esse sopro de existência que temos, e que muitas vezes não nos damos conta do que dela fazemos. Você tem certeza que valoriza esse presente que foi lhe dado ao nascer? Já pensou para pensar sobre isso?
         Constantemente nos deparamos com situações difíceis, e nesta hora já pensamos que a nossa vida não é tão boa, ou aquilo que gostaríamos que fosse. Mas é ai que mora a ideia do viver. Devemos fazer da nossa vida o que queremos que ela seja. Como falei, a vida é um presente que nos é dado, cabe a cada um de nós escolhermos se vamos abrir esse presente e aproveitá-lo, ou se deixamos ali, aquele “pacotinho” embrulhado.
         Sempre acreditei que a vida é feita de momentos. Talvez seja uma frase um tanto quanto óbvia demais... Eu também acho, mas o segredo está no que eu resolvi fazer dessa vida e desses momentos. E então decidi que quero viver cada um deles, quero senti-los, quero dividi-los, quero que sejam meus momentos, mas torná-los momentos agradáveis também para aqueles que me rodeiam.
         Começo sendo ousada em dizer coisas que não servirão só para mim, como palavras jogadas em uma postagem qualquer de um Facebook, e iniciarei com um PERMITA-SE. Seja capaz de ousar, de pedir, de se doar. SIGA seu caminho, vá adiante, perca o medo, viva o presente, e deixe que do passado só sejam levadas as lições. NÃO TENHA MEDO diante das possibilidades, não deixe que as suas dúvidas sejam maiores que se seus desejos, não esqueça que a resposta está sempre na tentativa. APROVEITE os momentos, e não se iluda, eles não voltam atrás, não se repetem, pois tem a nobre característica de serem únicos. LEIA mais, se dedique ao que você acredita que é capaz de ser, pense alto e lute por seus objetivos, lembre-se que ninguém fará isso por você. SORRIA, DANCE, AME SEUS AMIGOS E SUA FAMÍLIA, preserve a melhor característica de cada um deles, se apegue as suas qualidades, tenha certeza, cada um deles é essencial em sua vida. APAIXONE-SE, não pelo mais bonito(a), mas pela pessoa que consegue tirar um sorriso do seu rosto, que você é capaz de conversar por horas e ser simplesmente você. Não esqueça e olhe para os lados, essa pessoa pode estar nesse local, a sua espera, porém, ela não vai esperar para sempre. REZE, seja de Deus, peça por Ele, e acredite no melhor sempre, não somos nada sem o poder que esse amor maior nos traz.
         Buscar ser feliz com aquilo que nos foi concedido não é conformismo é sabedoria. Lutar para sermos melhores com aquilo que temos é o presente que damos aqueles que estão em nosso convívio!! 
         Por isso que sempre digo que não me preocupo muito com o que o mundo guarda para o meu futuro. Jamais deixarei que a razão tome conta dos meus atos, pois devemos ter cuidado com quem só raciocina e não sente. Decidi viver o hoje, sentir o que meu dia me reserva. Permito-me deixar ser encantada e que também por mim se encantem. Correr mais riscos e ter a certeza de que tentei, pois as aventuras só acontecem na vida daqueles que se permitem. "Me arrependerei somente do que não fiz", e aprenderei com os meus atos, pois "o que se faz nessa vida, fica nessa vida".



sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Se abra ao que a vida mandar

Resultado de imagem para se abra ao que a vida mandar




    Eis que você está aí diante de sua vida que muitas vezes julga ser bem mais ou menos. Sem emoções, sem atrativos, apenas uma sucessão de dias. E a impressão que dá é que você não faz nada para que isso mude. Permanece aí, parada (o), vendo ela passar. Talvez a decepção do último amor tenha deixado você assim, sem ânimo para enfrentar novas aventuras. Talvez algo tenha acontecido e você achou melhor pisar no freio. É mais cômodo não viver certas coisas, pois evita sofrimento certo?! Errado.
   Não permitir que a sua vida caminhe é procrastinar o prazo de início do sofrimento, ou da felicidade. Há pessoas ao seu redor sabia? Elas demonstram suas intenções com você. E o que você está fazendo? Aproveitando? Não, está afastando cada uma delas. É preciso caminhar para que as mudanças aconteçam, é preciso deixar que as pessoas que a vida nos manda tenham uma oportunidade de fazer algo por nós. Não se cobre tanto, abra mão de algumas coisas, ceda, facilite.
  Se abra ao que a vida mandar, não tranque as portas dos sentimentos. Deixe que as conversas fluam, que as pessoas mostrem quem são, não as deixe do outro lado da porta, batendo, esperando a oportunidade de entrar. É difícil encontrar alguém que nos impressione de imediato. Mas isso acontece com todo mundo, não é exclusividade sua. 
   Talvez eu tenha vivido uns meses assim como você, e tenha decidido não olhar para os lados, pois da última vez que fiz isso não deu muito certo. Eu tropecei! Mas o que foi aquele tropeço diante da estrada linda que é a vida? Eu aprendi e decidi seguir adiante, eu aprendi, e não me arrependi, pois dei oportunidade, e me permiti viver. E assim vamos seguindo. A vida é esse quebra cabeça doido em que a gente precisa aprender a ir encaixando as peças. E para isso não existe outro método a não ser, tentar.   

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Eu acreditei em nós


Resultado de imagem para eu acreditei em nós

APERTE O PLAY!






    O tempo passou e hoje já estou bem melhor. Esporadicamente a internet me diz onde e com quem você esteve, e a vida cruza os nossos caminhos. Já não tenho mais notícias suas como antes, e isso até foi muito bom. Talvez você tenha esquecido por completo de tudo vivido, talvez eu ainda não. Mas continuo aqui, fazendo de cada dia mais um importante passo. Também já faz certo tempo que não chega mais uma mensagem sua me dizendo que “quando chegar avisa, fica bem”. Eu continuo chegando tá?! E bem!
  Confesso que às vezes penso onde foi que decidimos deixar para lá, onde perdemos o fio, onde foi que percebemos que estarmos juntos já não fazia mais sentido. Não lembro quando saímos pela última vez sendo ‘nós’. Nem quando te mandei um áudio na esperança de você também mandar outro e assim eu poder ouvir novamente sua voz. Não sei se cheguei a te dizer, mas eu acreditava em nós. Sim, eu achei que passaríamos adiante, que construiríamos algo mais. E acreditei até o último segundo, aquele segundo em que percebi que a sua vida já havia caminhado sozinha.
   Sei que vivemos bons momentos, que não esqueceremos das risadas e lugares juntos. Sei também que não era amor. Mesmo tendo cogitado tantas coisas, mesmo diante das diferenças. E sei também que muita coisa ficou por ser dita. E talvez tais coisas tivessem feito a diferença que precisávamos. Mas isso já não importa mais não é mesmo?! 
  O silêncio foi bom para nós. Compreendi que há algo pior que a ausência, a presença quando já não significa mais nada. O tempo passou. E é para isso que ele serve, para esquecermos e seguirmos adiante.
  Mas quero que saibas, que apesar do tempo, apesar das curvas e desvios do caminho, eu acreditei em nós.